30 de abril de 2010

Aperto de mão entre Armando Guebuza e Eusébio


Aperto de mão entre Armando Guebuza e Eusébio

O Presidente de Moçambique, Armando Guebuza, cumprimenta Eusébio durante um jantar oferecido pelo Presidente da República, Cavaco Silva, no Palácio da Ajuda.

FOTO:António Cotrim@LUSA

PR Armando Guebuza apela ao investimento português em Moçambique


Guebuza apela ao investimento português em Moçambique

Os temas económicos dominaram ontem por completo o primeiro dia da visita oficial do presidente de Moçambique, Armando Guebuza, a Portugal. Depois de um encontro com o Presidente Cavaco Silva, no Palácio de Belém, Guebuza disse em conferência de imprensa que os investimentos portugueses são indispensáveis para Moçambique. E agradeceu a "decisão audaz" de Portugal em perdoar uma dívida de 249,3 milhões de euros a Moçambique, em Julho de 2008, sublinhando as "excelentes relações de amizade e cooperação" entre os dois países.

Em discurso, numa sessão solene na Assembleia da República, Guebuza realçou também a transferência da gestão da Hidroeléctrica de Cahora Bassa para Moçambique. Sobre o papel das empresas portuguesas, o chefe de Estado disse que a sua participação na reconstrução económica de Moçambique "vai permitir não só aumentar a produção de riqueza, mas sobretudo garantir emprego aos moçambicanos, o que pode acelerar a luta contra a pobreza". Guebuza destacou a energia e as infraestruturas como prioridades no investimento, "áreas muito sensíveis" e fundamentais para o desenvolvimento do país.

Fazendo acompanhar-se por uma delegação de cerca de 70 empresários (da energia, construção civil, imobiliário, turismo, metalomecânica, banca, indústria, agricultura e minas), Armando Guebuza participa hoje à tarde no seminário "Moçambique e Portugal: Nova Dinâmica nas Relações Económicas e Empresariais", no qual a Associação Empresarial de Portugal (AEP) assinará protocolos de cooperação com a Confederação das Associações Económicas de Moçambique e a Associação Industrial de Moçambique para "desenvolver as relações económicas bilaterais, promovendo as exportações e o investimento de empresas portuguesas".

http://www.mozclick.com/rm/noticias/anmviewer.asp?a=3164&z=100

29 de abril de 2010

Índia: 43 graus??? Que calor!!!


43 graus??? Que calor!!!

Uma mulher indiana trabalha na construção de uma estrada, na cidade de Calcutá, sob um calor abrasador. As temperaturas atingiram hoje 43 graus celcius mas nem por isso esta mulher deixou de trabalhar. Este está a ser o dia mais quente do ano na Índia.

Foto@EPA/Pihal Adhikary

Violência no Parlamento ucraniano


Violência no Parlamento ucraniano

Deputados ucranianos agridem-se em pleno Parlamento, em Kiev. A violência aconteceu durante uma sessão parlamentar dedicada à ratificação de um acordo entre a Rússia e a Ucrânia, que prolonga até 2042 a utilização de uma base militar ucraniana no mar Negro pela Rússia.

Foto@EPA/Maxim Marusenko

26 de abril de 2010

Lisboa: Césária Évora e Bonga no Coliseu dos Recreios


Lisboa: Césária Évora e Bonga no Coliseu dos Recreios

Cesária Évora está de regresso ao palco do Coliseu dos Recreios onde partilhará o palco com Bonga num espectáculo com momentos a duas vozes. Esta passagem de Cesaria Evora por Lisboa para a apresentação ao vivo de “Nha Sentimento”, o seu mais recente disco, está inserida no ciclo de concertos que muito pontualmente passará a dedicar ao seu público.

Bonga, com o sucesso alcançado com os álbuns “Angola 72” e “Angola 74”, torna-se um dos primeiros artistas africanos a pisar os palcos da que viria a ser designada como “World Music” nos anos 80. Actualmente, com 32 anos de carreira e 32 discos editados, proporciona-se o grande encontro em Lisboa, dos dois mais ecoados nomes da música africana.

O Encontro promete uma viagem pela emoção da morna, a alegria contagiante da coladera, o semba a inquietar os corpos e o som da Dikanza, num regresso às raízes africanas.

Momentos de grande cumplicidade num espectáculo único!

Coliseu dos Recreios: 08 de Maio de 2010 – 21h30 (abertura de portas às 20h30)

23 de abril de 2010

O Sol como nunca foi visto


O Sol como nunca foi visto

Um novo telescópio da NASA concebido para observar o Sol - o Observatório da Dinâmica do Sol - enviou as suas primeiras fotografias. Mostram em detalhe tempestades solares e a superfície da estrela e poderão vir lançar uma nova luz sobre os efeitos do Sol.

Foto@EPA/NASA

Alemanha: De volta aos céus


De volta aos céus

Um membro do comité de crise do Controlo do Tráfego Aéreo alemão aponta para um mapa, onde é possível observar os vários voos que atravessam os céus da Alemanha numa altura em que o trânsito habitual vai regressando aos poucos aos céus europeus.

Foto@EPA/Marius Becker

Espanha: O Sr. Olímpico


O Sr. Olímpico

Nesta fotografia tirada a 15 de Março de 2006, o antigo presidente do Comité Olímpico Internacional, Juan Antonio Samaranch, discursa depois de ter recebido a Medalha de Ouro da cidade de Madrid, em Espanha. Faleceu esta quarta-feira, dia 21 de Abril.

Foto@EPA/B. Echavarri

Maputo: Quinta de crocodilos


Quinta de crocodilos

Nas margens do rio Umbeluzi, perto de Maputo, dezenas de cercas guardam perto de 12 mil crocodilos, uma criação de origem sul-africana destinada à indústria de peles mas que é também um serviço público.


Foto@Lusa/António Silva

22 de abril de 2010

Moçambique: Baía de Pemba


Baía de Pemba

Vista aérea da Baía de Pemba

Foto@Sergio Costa

16 de abril de 2010

Moçambique: Selo LAM 30 anos já está disponível



Selo LAM 30 anos já está disponível

A consagração das Linhas Aéreas de Moçambique no grupo de entidades com relevância histórico-económico no país foi, esta quarta-feira, chancelada com a edição do selo postal LAM 30 Anos, lançado pelos Correios de Moçambique, em parceria com a companhia de aérea de bandeira nacional.

O PCA dos Correios de Moçambique, José Luís Rego, enquadra este acto nas relações comerciais existentes entre as duas empresas, bem como na valorização do património histórico nacional.

Para a companhia aérea de bandeira nacional, o registo da marca LAM está integrada na estratégia de valorização da empresa que tem estado a registar resultados positivos nas suas operações.

7 de abril de 2010

João Maria Tudela: Kanimambo


João Maria Tudela (1955)

Frei Hermano da Câmara: Jesus

Frei Hermano da Câmara: Fado da Despedida

Fernando Machado Soares: Balada da Despedida

Samaritana

Alberto Ribeiro: Coimbra


Alberto Ribeiro (1957)

6 de abril de 2010

Vila de Nangade preparada para a festa dos 35 anos da independência


35 anos da proclamação da independência: Nangade preparado para o início da festa

O Distrito de Nangade, na província de Cabo Delgado, acolhe amanhã o início das celebrações dos 35 anos da proclamação da independência nacional. O facto será testemunhado pelo Chefe do Estado, Armando Emílio Guebuza, membros do Governo, representantes de confissões religiosas e de partidos políticos, entre outros convidados.

Dados a que o “Notícias” teve acesso indicam que as cerimónias começarão com o acender da Chama da Unidade Nacional, tocha que será transportada em marcha popular por todas as províncias, culminando com a sua chegada à cidade de Maputo, no dia 25 de Junho.

A vila de Nangade está a ser engalanada para acolher este importante evento político - cultural.

Os 35 anos da proclamação da independência acontecem sob o signo “35 Anos Unidos na Luta Contra a Pobreza. Três Gerações, Um só Povo, Uma só Nação”.

Moçambique: Sismo provoca 57 feridos em Angoche


Sismo provoca 57 feridos em Angoche

Cinquenta e sete pessoas contraíram ferimentos ligeiros e dois edifícios públicos ficaram parcialmente danificados em consequência de um sismo de magnitude e epicentro ainda desconhecidas que na passada sexta-feira abalou a cidade costeira de Angoche, região sul da província de Nampula.

Os feridos participavam de um seminário no Clube Sporting local, quando o tremor de terra se deu e na tentativa de escaparem foram contraindo escoriações, na mesma ocasião em que todos procuravam passar pela única porta aberta para abandonarem o edifício.

O correspondente da Rádio Moçambique (RM) naquele ponto da província disse em contacto telefónico com o nosso jornal que “pelo menos três pessoas foram engessadas em consequência das fracturas sofridas nos membros inferiores”.

Os edifícios parcialmente danificados são o da administração do distrito e o do registo civil. De referir que é a primeira vez que aquela urbe é afectada por um tremor de terra, daí o pânico que se apoderou dos seus residentes.

Entretanto, contactado em Maputo, Mussa Mustafa, do Instituto Nacional de Meteorologia, não confirmou e nem desmentiu a ocorrência do fenómeno, alegadamente porque o sistema de controlo do INAM não tinha registado nenhum sinal de abalo sísmico.

Contudo, citando a RM, Mustafa afirmou que acompanhou a ocorrência de um sismo de magnitude 4.0 na escala de Ritcher sem, no entanto, causar danos avultados.

Maputo, Terça-Feira, 6 de Abril de 2010:: Notícias

1 de abril de 2010

Futuro do português não depende da bandeira do número de falantes


Futuro do português não depende da bandeira do número de falantes - opina escritor Mia Couto

O escritor moçambicano Mia Couto considera que o futuro da língua portuguesa depende mais da afirmação dos países lusófonos na cena mundial, nos mais diversos domínios, do que da "grande bandeira", muito agitada, do número de falantes.

Numa entrevista à Agência Lusa, à margem de um colóquio internacional sobre a sua obra realizado recentemente em Antuérpia, Bélgica, um dos grandes nomes da literatura lusófona defende que o peso da língua portuguesa no mundo dependerá daquilo que os países de língua oficial portuguesa fizerem para se afirmarem em áreas que não propriamente as linguísticas, dando como exemplo o despontar do Brasil como potência mundial.

"O futuro da língua portuguesa é muito o futuro daquilo que seja a nossa afirmação – dos países que falam português –, como países que podem ter um outro lugar no mundo, a nível da economia, a nível da política, a nível daquilo que possam ser exemplos de caminhos que são inovadores, que sejam alternativos a uma coisa que está muito fatigada, que é o discurso político que hoje domina o mundo", declarou.